01 setembro 2013

Projeto 101 em 1001 dias: O conde de Monte Cristo

Sinopse e detalhes


Em 1814 Napoleão Bonaparte, o imperador francês, foi exilado na Ilha de Elba, na costa da Itália. Temendo que viessem resgatá-lo, seus captores britânicos atiravam contra qualquer um que surgisse na praia, por mais inocente ou aflito que fosse. Por precisarem de socorro médico, pois o capitão do navio mercante Pharaon contraíra meningite, é exatamente neste lugar que Edmond Dantes (James Caviezel), o 2º imediato, juntamente com o melhor amigo de Dantes, Fernand Mondego (Guy Pearce), representante do dono do navio, resolvem aportar. Isto inicia um pequeno combate, que só termina quando Napoleão garante que os desconhecidos não eram agentes dele. Quando a situação se acalma, Napoleão pede para Edmond entregar uma carta pessoal para um amigo dele. Napoleão garante que não há nada de mais na carta, então Dantes concorda. Ao chegarem em Marselha Morell (Patrick Godfrey), o dono da companhia de navegação, quer saber o que houve, então chama Danglars (Albie Woodington), o 1º imediato juntamente com Dantes, que assume a responsabilidade. A determinação e a coragem de Edmond agradam Morell, que o nomeia o novo capitão do Pharaon, o que deixa Danglars muito irritado. Dantes, feliz com a promoção, vai correndo contar a boa nova para Mercedes Iguanada (Dagmara Dominczyk), sua noiva, com quem pensa em se casar num futuro próximo. Porém Dantes logo é preso como traidor, com a falsa acusação tendo partido de Danglars, que o odiava, e seu melhor "amigo", Fernand, que desejava ter o caminho livre para cortejar Mercedes. Dantes é mandado para uma fortificação, o Chateau d'If, que ficava numa ilha que era praticamente impossível fugir. Gradativamente Dantes ia sendo tomando pelo desespero, principalmente no seu aniversário de encarceramento, quando o diretor da prisão pessoalmente o espancava. Um dia as coisas começam a mudar, quando abade Faria (Richard Harris), outro prisioneiro, surge repentinamente. Ao tentar escapar o abade escavou por cinco anos um túnel, mas errou nos cálculos e foi parar na cela de Edmond. Os dois fazem amizade e o religioso ensina muitas coisas para Dantes, incluindo a localização de um fabuloso tesouro. Quando Faria morre, Dantes ocupa o lugar do abade no saco, que foi jogado ao mar. Assim, após vários anos, Dantes escapa e, como agora está imensamente rico, se intitula o Conde de Monte Cristo e com cuidado prepara a melhor maneira de se vingar de todos que o prejudicaram. 

Minha Opinião: O filme é perfeito, vale a pena assistir e tenho certeza que quando terminar, vai querer assistir novamente, esse realmente é de tirar o fôlego, verás provas de amizade verdadeira, luta pelo o que se quer, traição, inveja, amor, é moção do inicio ao fim, super indico.


6 comentários:

  1. Olá ...
    Ora aqui temos uma bonita história sobre o Napoleão
    Já estou a seguir o vosso blog .

    Abraço e tudo de bom

    Ernesto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa história mesmo, seja bem-vindo...

      Excluir

  2. Oi linda, adorei seu blog um charme,já estou seguindo...Tbm estou com um blog da uma olhadinha pra ver se gosta.
    Blog:
    http://www.vemdepink.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Aii, já assisti! amoooo filmes assim! Uma pena que filmes assim quase não passam na TV né?! mas sempre que passa eu vejo de novo, acho que já até decorei as falas!! HAHA
    Beijos!!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, volte sempre!!